Um cara invadiu meu quarto e me mostrou fotos de dragões se enrabando.

O texto a seguir foi escrito em 2008, e retrata uma das experiências mais bizarras da minha vida. Aconteceu na minha casa e na hora vi que era material para um texto bom. Divirta-se.

“Meu, tu não sabe o que que aconteceu”. Foi assim que abri conversa com 6 pessoas no MSN sábado passado. Normalmente, a mensagem seguinte seria “Os caras do Charlie Brown invandiram a cidade”, mas não foi o caso. A sequência é bem mais caótica.

Minha mãe disse que um garoto queria me conhecer, porque ela tinha falado para ele que eu “escrevo coisas”. Daí o tal garoto – filho da amiga da minha mãe – escreve também e queria me conhecer. Seria tudo normal, mas depois de eu te ter aceito o encontro, minha mãe disse: “Ele é meio doentinho, mas é muito inteligente!” Ah que beleza, era tudo que eu queria para uma noite de sábado! AACD-Delivery! Mas como o natal está chegando, senti que era a hora de agir duma forma natalina e deixei o cara entrar – até porque não tive muitas opções, já que ele já estava na porta do meu quarto.

Ele entrou, sentou na cadeira, e aparentava ser normal, fora o jeito meio animado de ser – o que poderia ser explicado por uso de drogas. Ele era esquisito, mas é do tipo esquisito que você acha engraçado e pensa que o cara é inteligente e tal. Eu estava me identificando um pouco com o cara. Isso pode indicar algum problema mental meu, mas deixemos isso para o próximo dia.

- Você que é o comediante? – perguntou.
- Bom, eu faço coisas.
- Sua mãe disse que você escreve.
- É, rola algo assim. Não escreeeeeeevo, escrevo, né.
- Eu já escrevi 5 livros.
 – disse o rapaz.
- Wow! 5 livros! Eu… eu não escrevi nenhum.

Pronto, o cara já era mais capacitado que eu.

- E você escreve sobre o quê? – eu perguntei.
- Sobre dragões.
- Dragões?
- É, todos os tipos. E você é especialista no quê?
- Fracassos, né. Sou… sou especialista em fracassos. Assim, todos os meus não-livros falam sobre isso.
- Entendi. Posso te mostrar meus livros?
- Oh, claro, por favor. Tô animado para saber sobre esses dragões.
- Estou com eles aqui no meu pen-drive. Deixa eu plugar na USB do computador?
- Sim, pode vir.
 – e levantei para dar espaço ao rapaz.

Por ora, tudo ok. Daí ele abre a pasta da pen-drive, mostra as capas dos livros, essas coisas, legal. E pergunta se eu estou interessado em ver umas ilustrações de dragão.

- Claro, como não… tô louco para isso.

E a primeira ilustração era de um dragão comendo o outro no estilo papai-mamãe.

Oh, me perdôe. Papai-papai. Eram 2 dragões machos. Eram bem dragões mesmo, com tudo de dragões, exceto pelos pênis, que eram bem similares aos dos seres-humanos. Tomei um susto.

E começou a mostrar dezenas de imagens. Boquetes, 69, de 4, frango-assado (no caso, dragão-assado) tudo que a Tati Quebra Barraco já descreveu em suas músicas; só que realizado por dragões gays!

Eu fiquei pasmo com aquilo, era uma parada de outro mundo. Era o tipo de material que eu jamais imaginei que pudesse existir, ou que alguém que não fosse de nacionalidade japonesa poderia curtir! E aquele cara curtia! E como curtia! O cara tava SUPER empolgado em me mostrar aquelas fotos, e eu estava morrendo de medo de que ele começasse a se masturbar ali na minha cadeira, porque afinal de contas, ele era “doentinho” e isso dá a ele o alvará para fazer qualquer coisa! Ele poderia me masturbar que todo mundo ia achar bonitinho!

“Ai que lindo, olha como ele molesta o Ronald, hihihi!”

E ele disse: “Posso fazer uns downloads aqui?”

Como a pergunta não envolvia as minhas ancas, eu disse “Claro, por que não?”de pronto.

E ele entrou num site muito interessante chamado Yiffstar, onde você pode encontrar mais imagens de… – eu nunca vou conseguir falar isso sem hesitar por alguns segundos – dragões machos transando. E assim, eu nem tô falando que seria bacana se fossem casais de dragões heterossexuais, é que o fator gay torna a coisa muito mais intrigante! Será que ele precisa ir tão seletivo e específico nessa pornografia bizarra? Não basta você ir no computador de um estranho abrir pornografia, tem que ser em desenho. Mas não basta ser desenho, tem que ser de sexo feito por animais. E não basta ser sexo feito por animais, tem que ser sexo feito por uma espécie de animal que só existe em RPG! E tem que ser homossexual ainda!

Esquece aquele bagulho que eu falei sobre ele aparentar qualquer normalidade!

E ele abria uma imagem. E dá-lhe dragão mamando no outro. E abria outra, e era um dragão verde sendo enrabado por um dragão negro (acho que aí a coisa ficou mais específica ainda, partindo para as relações interraciais). E ia abrindo e abrindo e eu ficando cada vez mais constrangido e gago:

- Deixa eu salvar mais uma!
- Er… uh, oh… uh. Ok.
- Agora vamos para outra, essa é diferente.
- Deixa eu adivinhar: 2 dragões fodendo?
- 3!
- Passei perto…
- E mais uma agora.
- Mais uma de dragões gays.
- Acertou!
- É… tô com muita sorte hoje.

E eu fui avisar a minha mãe, porque se eu iria expulsar o “doentinho” – porque vamos parar com essa porra de doentinho! Há limites! Doentinho para mim, é um garoto de 5 anos com bronquite! Isso é doentinho! Esse cara é SICK FUCK mesmo – eu no mínimo, teria que fazer sem parecer que eu desprezo toda a classe retardada mental.

Daí a Mamãe Rios veio aqui, viu as imagens no monitor, SE LIGOU NA CAGADA QUE HAVIA FEITO, TRAZENDO ESSE LUZ VERMELHA PRO MEU QUARTO – e tratou de inventar uma desculpa para chamar o garoto para a sala. Deu certo.

- Ah, então eu já vou! – super animado o cara, parecia havia acabado de tomar cogumelo.
- Sim, você vai, certo. – respondi.
- Você quer copiar algum dos meus livros para o seu computador?
- São todos com essa temática das fotos, né?
- Sim! Dragões! – é incrível, o putão diz “dragões” como se fosse só isso.
- Hmmm não, eu tô mais no lance de GENTE, sabe. Pessoas. Seres-humanos.
- Mais ortodoxo.
- Claro.

E ele foi. Mas o trauma ficou.

“meu, tu não sabe o que aconteceu”.

Em segundos, corri para o MSN, para contar a história para 6 pessoas. Entre elas,Chico Barney:

chico barney diz:
tu nao salvou os desenhos?

Ronald Rios diz:
salvei sim, vou te mandar

chico barney diz:
mas por favor

chico barney diz:
isso merece ganhar a luz do dia

Ronald Rios diz:

http://img248.imageshack.us/img248/5172/reptilecynrikfirstaidbb1.jpg

http://img503.imageshack.us/img503/5483/reptilecynrikflywithmekj7.jpg

http://img209.imageshack.us/img209/3299/reptilecynriktakingabrebe0.jpg

Ronald Rios diz:
vários desenhos de dragões se enrabando

chico barney diz:
eu nunca vi nada parecido com isso na minha vida

Ronald Rios diz:
HAHAAH EU TAMBÉM!

chico barney diz:
eu to barbarizado, é um dragao chupando a rola de outro dragao

chico barney diz:
q tipo de pessoa pensaria em algo assim

Ronald Rios diz:
HAHAHAAHA

Ronald Rios diz:
eu sei, chico

Ronald Rios diz:
eu sei

chico barney diz:
cara, dragoes boqueteiros

chico barney diz:
imagina isso numa jaqueta

Pois é, imagina. Vou ali tentar descansar. Isso foi demais, cruzou qualquer limite de qualquer porra. Tá ok que eu sou “liberal”, sou a favor dos gays se casarem, sou a favor das pessoas migrarem para qualquer país, sou favor do aborto, sou a favor da maconha, sou a favor do Barack Obama, sou a favor de TUDO! Mas nesse lance de desenhos de dragões gays fazendo sexo, aí eu sou conservador. Tô realmente abalado. Espero ter forças para voltar.

Até breve,

Ronald Rios

18 ideias sobre “Um cara invadiu meu quarto e me mostrou fotos de dragões se enrabando.

  1. Roy

    Como usuario de 4chan de longa data, ja fui introduzido ao furry e mais uma duzia de outras parafilias. Isso destruiu minha alma.

    Hoje tenho medo de dizer em publico que sou hetero com medo de apanhar.

    Responder
  2. Daniel

    Inesperado, definitivamente, enquanto eu lia o texto imaginava que as imagens seriam com dragões mais dragões, mais ferozes, mas me surpreendi com a “humanicidade” dos bichos nesses desenhos mostrados por ti e… é, bizarro.

    Responder
  3. Drego

    uma ajuda pra ajudar vc a nao pençar em dragoes gays transando, pençe ke sao um dragao hetero e o outro e um transsexual, vai ficar mais facil pra vc superar o trauma xD

    Responder
  4. Drego

    ou como se foosem dois gays, que sofrerao mutaçao radiotavia, e acabarao alterando o dna com um lagarto, e a radioatividade entrou em contato com alguma materia no dna do lagarto com o do humano e mudou em um dragao xP

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>